NW997 – Foto Autografada do Oberleutnant de Infantaria do Exército Georg Bleher

Fora de estoque

Descrição

 

 

Nascido em Langenau, às margens do Danúbio, Bleher era filho de um ferroviário. Ele terminou seus estudos e imediatamente iniciou um estágio como aprendiz na indústria. Em 1939 foi convocado para o serviço obrigatório no Reichsarbeitsdienst, trabalhando na construção da Linha Siegfried até março de 1940. Em 18 de junho, Bleher recebeu a convocação para o serviço militar, recebendo treinamento básico junto ao 34. Regimento da 35. Divisão de Infantaria. Na primavera de 1941, a 35. Divisão foi enviada para a Prússia Oriental, próximo à fronteira com a União Soviética. Na noite do dia 21 de junho, seu pelotão foi enviado para a fronteira, e às 3h da manhã Bleher viu passar por cima de si uma formação de bombardeiros alemães adentrando o território soviético. Era o começo da Operação Barbarossa. Com o sargento de seu pelotão ferido, Bleher teve que assumir o comando dos soldados e prosseguir o ataque, capturando uma elevação importante para o cenário local. Em agosto ele foi ferido em ação e evacuado para um hospital em Varsóvia, retornando ao front em outubro. Nas batalhas ao redor de Smolensk ele recebeu a Cruz de Ferro de 2. Classe, e em seguida sua unidade foi utilizada no setor de Moscou. Lá, Bleher enfrentou o contra-ataque siberiano que fez os alemães recuarem das cercanias da capital. Mais uma vez ferido e desta vez sofrendo de congelamento, Bleher corria risco de ter ambas as mãos amputadas, mas um período de recuperação na Alemanha preveniu isso. De volta à ação no fim do verão de 1942, se envolve nos vários combates na região do Dnieper junto ao Grupo de Exércitos Centro, recebendo sua Cruz de Ferro de 1. Classe em 17 de outubro. Já um experiente comandante de pelotão, em setembro de 1943, Bleher foi selecionado para a escola de oficiais em Dresden. Após completar o curso, é comissionado Leutnant em 1 de abril de 1944. Desta vez não voltou para sua antiga unidade, sendo enviado para o 358. Regimento da 205. Divisão de Infantaria, em Polotsk, na Bielorrússia. Diretamente atingida pela Operação Bagration em julho de 1944, a 205. Divisão foi uma das unidades alemãs isoladas no chamado Bolsão da Curlândia (“Kurland”), na Lituânia. Em 25 de outubro de 1944, Bleher recebeu a Insígnia de Ferido em Ouro, por ter sido ferido mais de 5 vezes em combate. Promovido a Oberleutnant em 1 de janeiro de 1945, ele passou os meses seguintes em constante ação devido às sucessivas tentativas soviéticas de romper as linhas alemãs e destruir as tropas cercadas. Por tais atos, recebeu a Cruz Alemã em Ouro em 9 de março. Em 23 de março, diante de uma gigantesca força de ataque soviética, o I Batalhão do 358. Regimento – no qual a unidade de Bleher se encontrava – contra-atacou a temida 8. Divisão de Rifles da Guarda. Em meio ao pesado combate, Bleher viu cair os três oficiais superiores que comandavam o batalhão. Ele então, por sua própria iniciativa, tomou a liderança do batalhão e, mostrando tenacidade e habilidade sob pressão, dispôs as tropas para cercar com sucesso toda a 8. Divisão soviética, que foi completamente aniquilada em combate. Durante os estágios finais da luta, contudo, Bleher foi ferido pela sexta vez, alvejado no cotovelo esquerdo, sendo evacuado para a Alemanha por mar. Internado num hospital em Ravensburg, Georg Bleher foi condecorado com a Cruz do Cavaleiro da Cruz de Ferro em 6 de maio de 1945, por ter liderado o bem-sucedido ataque que levou ao cerco e destruição completa da 8. Divisão de Rifles da Guarda. Após passar dois anos em cativeiro francês, Bleher foi libertado em 13 de junho de 1947. Curiosamente, ele somente soube de sua condecoração com a Cruz do Cavaleiro muitos anos após o fim da guerra. Em 2010, o autor Ingo Möbius publicou sua biografia: “Über Moskau ins Kurland”. Bleher faleceu no dia 25.02.2013 de causas naturais, aos 94 anos. (Fonte: www.saladeguerra.com.br)

 

Copia moderna de uma foto original de época com o autografo original de punho do veterano. Dimensões (10,2×15,2)cm

Informação adicional

Peso 1000 kg
Dimensões 50 × 50 × 50 cm