NW2903– Faca da Juventude Hitlerista Transicional – RZM M7/68 (“Tigerwerk Lauterjung & Co.”)

Fora de estoque

SKU: NW2903 Categorias: ,

Descrição

A HJ “Fahrtenmesser” (Faca de Marcha ou de Campo) foi introduzida no começo de 1933, sendo a primeira peça de cutelaria a ser oficialmente sancionada pelo NSDAP. Originalmente, a intenção era o uso da mesma por todos os membros da HJ, independentemente da patente, mas em 1937 foi criada a “Führerdolch” (Adaga de Líder), para o uso daqueles com patente de “Gefolgschaftsführer” para cima. As primeiras facas tinham a inscrição feita a ácido na lamina “Blut und Ehre!” (Sangue e Honra!). Em Agosto de 1938 a inscrição na lamina foi abolida. De qualquer forma, são muito raras as facas com a inscrição, principalmente porque os membros da HJ adoravam afiar e amolar suas facas, apagando assim as inscrições das facas que a possuíam.

Estado de conservação 70%. Faca da Juventude Hitlerista conhecida como modelo transicional, ou modelo do meio, por ter o nome do fabricante e o código RZM do mesmo gravado na lâmina e ricasso do reverso, sendo este o modelo mais desejado pelos colecionadores. O modelo transicional é o mais escasso, pois foi produzido por menos de 2 anos, mas mantendo os níveis de qualidade dos modelos early. As talas da empunhadura e o diamante da HJ encontram-se em perfeito estado e bem fixado. O diamente HJ apresenta o “jogo” móvel característico das facas da Juventude. A lamina foi limpa e polida, o que é comum nestas facas (lembrando que os garotos da HJ usavam para valer estas facas e adoravam ficar afiando). Resta apenas nuances da gravação a ácido na lâmina “Blut und Ehre!, a mesma foi praticamente apagada pela limpeza e polimento. Resta apenas cerca de 20% do acabamento níquel/prata do pomo e da guarda. A bainha retem cerca de 75% da pintura negra. Na bainha está escrito o nome “Bahr”, provavelmente o nome do garoto que a possuía. A peça vertical em couro da bainha encontra-se bom estado de conservação e totalmente intacto. Marcado na lâmina reversa o nome do escasso fabricante cuteleiro “Tigerwerk Lauterjung & Co.” de Solingen e seu logo um tigre e seu respectivo código RZM 7/68. Possui o anel de couro de proteção da guarda no ricasso da lamina. Uma peça cada vez mais difícil de se conseguir.

Comprimento total 24,6cm; Comprimento da Lâmina 14,1cm; Comprimento da bainha 14,6cm

Agora você pode pagar parcelado no cartão de crédito!

pagamento com pagseguro