NW2791 – Wehrpass do Heer – Reservista Klaus Hermann Carsten

Fora de estoque

Descrição

O Wehrpass era fornecido a todo homem em tempo de alistamento, cabendo a este mantê-lo até os 60 anos de idade. Se fosse convocado para o serviço militar, o soldado entregava o Wehrpass no setor administrativo da unidade na qual estava sendo incorporado, onde ficava arquivado, e recebia o Soldbuch, que era o documento portado enquanto ele permanecesse em serviço ativo. Nesse meio tempo, todas as informações que fossem adicionadas ao Soldbuch eram também incorporadas ao Wehrpass pelo escrivão da unidade (embora seja freqüente a defasagem de informações).

Wehrpass de 2. Modelo do Exército. O nome do soldado é Klaus Hermann Carstens. Na primeira página do Wehrpass traz dados fornecidos ao cidadão quando de sua apresentação ao escritório de recrutamento. Pode ser vista a data em que ele se apresentou (27/08/1940) ao setor de alistamento (Rendsburg oi/107/1/7), o seu número da carteira de trabalho (80Lu/7859) – Arbeitsbuch. A página 2 traz sua foto com trajes civis (os Wehrpass sempre trazem fotos em trajes civis, com raras exceções, no caso soldados de carreira), fixado por 2 rebites metálicos (comum) e logo embaixo a assinatura do soldado. A página 3 traz suas informações pessoais, nasceu em 04 de novembro de 1901 em Bergen. Na página 4 há outras informações pessoais de escolaridade, neste caso Volksschüle. A página 5 traz os resultados dos exames de aptidão para o serviço militar, tanto em 1940, quanto em 1944. Ele foi designado ao Ersatz Reserve I em 1940 e ao Landwehr IB em 1944. O Ersatz Reserve I indicava que o reservista não possuía treinamento, não foi convocado pois sua idade era superior a 35 anos no momento da apresentação. Já o Landwehr I indicava que o reservista possuía treinamento e tinha idade entre 35 e 45 anos. Não há outras entradas no Wehrpass. Ou seja, Carsten inicialmente não foi convocado, mas no final da Guerra foi novamente chamado, recebeu treinamento e permaneceu na reserva ou ingressou no Volksturm.