NW1745 – Cruz Báltica

“Baltenkreuz”

Fora de estoque

Descrição

Essa condecoração foi instituída no verão de 1919 pela “Baltische Nationalausschuß”, uma organização política que representava os habitantes de ascendência germânica na Letônia. Entre o fim de 1918 e o verão de 1919, ocorreram diversos combates entre forças nacionais letãs, com apoio de unidades voluntárias alemãs (os chamados Freikorps) contra os comunistas russos, que tentavam manter a Letônia sob jugo da Rússia bolchevista. O critério era ter estado, antes de 01.07.1919, ao menos três meses “sob fogo inimigo” (isto é, em serviço ativo e em situações de combate) em qualquer dos três estados bálticos (Letônia, Estônia e Lituânia). A condecoração se tratava de uma cruz de metal negro anodizado com uma cruz dourada sobreposta, símbolo do “Hochmeister” (Grande Mestre) da Ordem dos Cavaleiros Teutônicos, tendo em cada uma de suas pontas uma flor-de-lis. Seu reverso é sempre plano. Havia apenas uma única classe desta condecoração, mas ela podia ser utilizada de dois modos distintos: fixada diretamente no uniforme através de um pino em seu reverso ou suspendida por uma fita nas cores azul e branca. Isso muitas vezes leva à presunção errada de que existiam duas classes, o que não é verdade. Um total de 21.839 cruzes foi entregue, sendo que em 16.05.1933 ela foi reconhecida como uma condecoração oficial pela Alemanha, podendo ser utilizada nos uniformes de serviço. Posteriormente, em 1935 foi, ao lado da águia Silesiana, a única condecoração dos Freikorps cujo uso continuou a ser autorizado.

Estado de Conservação: 80%. Fabricada em buntmetall, parte central firmemente fixada. Cruz central em latão e base externa em buntmetall com oxidação. LINDA PEÇA E MUITO ESCASSA!!! Dimensões: (45,57×45,15)mm. Peso da medalha 11,9gr

Informação adicional

Peso 1000 kg
Dimensões 50 × 50 × 50 cm