NW040 – Conjunto de Documentos de um Gefreiten do Regimento de Infantaria 468

Fora de estoque

Descrição

 

 

Conjunto de documentos de condecorações de Theodor Zuchowski. Documento de Condecoração da Cruz de Ferro 1939 de 2ª Classe datado de 14/outubro de 1941, quando o condecorado possuía a patende de Gefreiten e fazia parte da I Companhia do Regimento de Infantaria 468. Este documento foi assinado pelo Generalleutnant Erich Straube, comandante da 268ª Divião de Infantaria (documentos assinados por Generais são muito escassos). Documento de Condecoração da do Badge de Assalto de Infantaria em Prata datado de 10/março de 1942, quando o condecorado possuía a patende de Gefreiten e fazia parte da I Companhia do Regimento de Infantaria 468, documento feito na Russia e assinado por um Oberst e comandante do Regimento. Documento de Condecoração do Badge de Ferido 1939 em Preto datado de 03/abril de 1942, quando o condecorado possuía a patende de Gefreiten e fazia parte da I Companhia do Regimento de Infantaria 468, assinado por um Major comandante do Batalhão. Documento de Condecoração da Cruz de Ferro 1939 de 1ª Classe datado de 01/junho de 1944, quando o condecorado possuía a patende de Feldwebel e fazia parte da I Companhia do Regimento Grenadier 956. Este documento foi assinado pelo Generalleutnant Heinrich Greiner da 362 Divisão de Infantaria (documentos assinados por Generais são muito escassos). Documento de Condecoração da Ostmedaille datado de 01/outubro de 1944, quando o condecorado possuía a patende de Fahnenjunker-Feldwebel, assinado por um Oberst e Comandante da unidade. Documento de Condecoração do Clasp de Combate Corpo a Corpo em Prata, datado de 14/dezembro de 1944, quando o condecorado possuía a patende de Leutnant d. Res. e fazia parte da 5. Companhia do 362º Batalhão de Campo da Reserva, assinado por um Hauptmann do Batalhão. Conjunto de documentos fantásticos que narram a História do NCO de primeira classe Theodor Zuchowski durante da II Guerra Mundial. Zuchowski demonstrou ter extrema bravura frente ao combate, devido suas condecoração de bravura e ferimento. Isso fica mais do que demonstrado devido ao seu Clasp de Combate Corpo a Corpo, a condecoração mais elevada da infantaria, onde o combate se dava à distancia necessária para se ver o branco da cor dos olhos do inimigo.

 

O 468º Regimento de Infantaria fazia parte da 268ª Divisão de Infantaria. O Regimento foi criado em 1939 e em setembro deste ano seguiu para Zweibrücken-Pirmasens, onde passou a proteger a fronteira. Durante a primeira fase da campanha ocidental, a Divisão permaneceu em sua posição, só participando da segunda fase da campanha. Em 15 de junho de 1940 atacou a Linha Maginot, sendo que no dia seguinte já estava 12km atrás das fortificações. Em 17 de junho tomou uma ponte sobre o canal Reno-Marne em Lagarde. Nesta área, a Divisão viu o final da campanha da França, passando a exercer uma posição de força de ocupação em Epinal. Em setembro de 1940 seguiu para a Polonia. Em 22 de junho de 1941, a Divisão passou a integrar a força invasora da Operação Barbarossa. Seu caminho começou através de Bialystock seguindo para Smolensk, no rio Dnieper ao sul de Mogilev. Após ganhar terreno em Elnya, a Divisão participou da batalha de cerco a Wjasma e depois passou a operar na área a oeste de Tula. Durante este período a Divisão fazia parte do 4º Exército, Grupo de Exércitos do Meio. Quando Zuchowski foi condecorado com a EK2, sua unidade estava justamente em Wjasma. Nesta posição o inverso russo atingiu a ofensiva alemã e a Divisão manteve a posição em Juchnow. Houveram pesadas batalhas defensivas em Nedelnoje, em Ugra e em Ssobsha e em Krasnaya Gorka. Estes combates se deram em todo o ano de 1942 e provavelmente em um destes Zuchowski foi ferido. Durante a ofensiva russa de 1943, a Divisão sofreu tantas baixas que foi dissolvida. O 956º Grenadier Regiment foi criado em novembro de 1943, passando a fazer parte da 362ª Divisão de Infantaria, esta Divisão foi formada com base nos sobreviventes da 268ª Divisão de Infantaria. Esta Divisão viu combates no Adriático e Norte da Itália, combatendo em Roma, Sienna, Florença e Bologna. Quando Zuchowski foi condecorado com a EK1, sua unidade estava em Sienna e quando foi condecoração com o Clasp de Combate Corpo a Corpo, estava em Bologna. A Divisão se rendeu em fevereiro de 1945 em Ferrara, Pádua e no Vale do Po.

Agora você pode pagar parcelado no cartão de crédito!

pagamento com pagseguro