K214 – Cinto Americano de Guarnição M1936 e Mira M15 para Lançador de Granada de Fuzil M7 (“US M36 Pistol Belt/Pouch”)

Fora de estoque

Descrição

O cinto de guarnição para pistola M1936 (US M36 Pistol Belt) foi uma leve modificação do cinto M1912, que introduziu uma versão mais segura de fivela. O desenho básico ainda está em uso nos dias atuais, embora sua confecção tenha mudado de lona de algodão para nylon a partir de 1965 (durante a Guerra do Vietnã). O cinto de pistola era destinado a soldados que não carregassem rotineiramente fuzis ou outro tipo de arma longa, por conta de sua função dentro da tropa, como oficiais, motoristas, tripulantes de blindados e policiais militares (MPs). Os cintos eram marcados “US” do lado externo, enquanto traziam a marca do fabricante e data na parte interna. No lado esquerdo havia um botão de pressão, que era usado para fixar o porta-carregador duplo para a pistola M1911A1, feito de lona. Para serviço interno em guarnições, o coldre M1916 da pistola M1911A1 e o porta-carregador eram os únicos acessórios. Quando em serviço externo ou em combate, ao menos um cantil e um porta-curativo eram adicionados. Mas outros itens opcionais podiam ser acrescidos (faca de combate/baioneta; mira para lançador de granada; porta bússola; etc.).

Estado de Conservação: 90% – Excellent!!! Conjunto de época e completo. Essa foi a mira auxiliar desenvolvida para ser usada nos fuzis Springfield M1903 (principal arma da infantaria da FEB) e M1 Garand e na M1 Carbine, quando equipados com o lançador de granada de bocal M7. Vale lembrar que as granadas de bocal eram uma das armas preferidas dos expedicionários brasileiros, sendo vistas em inúmeras fotos da época. Introduzida em 1943, a mira M15 era colocada no lado esquerdo da coronha da arma, e auxiliava o soldado a calcular a distância de lançamento da granada a partir do ângulo de elevação do cano. Para ajustar a mira na arma, esse aparato contava com uma régua de nível para a correta calibragem. Esse exemplar ainda se encontra absolutamente sem uso, acondicionado no estojo de transporte (datado de 1944) e com as peças ainda envoltas no papel manteiga e envoltos na graxa de fábrica. O conjunto é completado pelo folheto de instruções. Uma peça que permaneceu intocada desde quando foi produzida, há 75 anos atrás. Conjunto fantástico e difícil de aparecer. O preço está ótimo, nos EUA o cinto hoje está saindo em torno de US$125 sem acessórios, ou mais de R$500. Nota: as últimas fotos apresentadas são apenas para ilustrar o lançador de granada, dado que este em questão está envolto em graxa original de fábrica e pode ser visto, apenas se o comprador fizer a limpeza (fica a critétido do comprador fazer ou não a limpeza).